Homem que jogou bebê pela janela de carro e atropelou ex-mulher vira réu no RS

  • 02/04/2024
(Foto: Reprodução)
Homem responde por tentativas de homicídio e de feminicídio. Justiça aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público na segunda-feira (1º). Caso ocorreu em Novo Hamburgo em fevereiro. Estilhaços em para-brisa de carro após homem atropelar a ex-mulher Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil indiciou por tentativa de homicídio qualificado e tentativa de feminicídio o homem que jogou o próprio filho, um bebê de 11 meses, pela janela do carro e atropelou a ex-mulher em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O suspeito teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pela Justiça. A conclusão do inquérito foi divulgada na manhã desta terça-feira (5). O homem que jogou o próprio filho, um bebê à época com 11 meses, pela janela do carro e em seguida atropelou a ex-mulher em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, virou réu por tentativa de homicídio e tentativa de feminicídio. A Justiça aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público na segunda-feira (1º). 📲 Acesse o canal do g1 RS no WhatsApp O acusado não teve o nome divulgado, pois o caso tramita em segredo de Justiça. O homem teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. O caso aconteceu na noite de 22 de fevereiro. A criança teve alta hospitalar no dia seguinte. A mãe do bebê, uma mulher de 25 anos, teve um quadro mais grave e precisou ficar internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Ela deixou a instituição de saúde no dia 14 de março. Segundo o MP, o homem responde por tentativa de homicídio com as seguintes qualificadoras: motivo torpe, meio cruel, contra menor de 14 anos de idade e contra descendente. Ele também responde por tentativa de feminicídio contra a ex-mulher que, além da questão de gênero, tem as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. LEIA TAMBÉM: Homem é preso por jogar bebê de 11 meses por janela de carro VÍDEO: 'Estava muito machucado', diz testemunha Separação e histórico de violência doméstica Conforme o delegado Lucas Britto, responsável pela investigação, o réu e a mulher tiveram um relacionamento por 9 anos e estavam separados desde o início de 2023. Eles têm três filhos juntos: um de 8 anos, um de 3 anos e o caçula, que completou 1 ano em março. A Polícia Civil afirma que o homem já tinha histórico de violência doméstica contra a ex-companheira. Foram pelo menos três registros. Ele chegou a ser preso no ano passado, mas não havia medida protetiva contra o suspeito em vigor. "Ele não parou de ameaçar ela. Disse que se ela arrumasse um novo companheiro ia matar ela e o novo companheiro", pontuou o delegado. Homem é preso por jogar bebê de 11 meses por janela de carro no RS, diz BM O caso O caso aconteceu durante uma discussão entre o homem, de 40 anos, e a ex-esposa dele, mãe da criança. O bebê foi entregue a uma tia, irmã da mãe. O pedreiro Sérgio Melo, uma das testemunhas do caso, contou à RBS TV que levou o menino até a UPA em seu próprio carro. "Socorremos primeiro a criança. Ele estava muito machucado, nem queria mexer, para não ter mais problema. [Levamos] no meu carro mesmo, porque ia demorar muito a ambulância", disse. Bebê jogado pelo pai de janela de carro no RS 'estava muito machucado', diz testemunha VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2024/04/02/homem-que-jogou-bebe-pela-janela-de-carro-e-atropelou-ex-mulher-vira-reu-no-rs.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. DO FUNDO DA GROTA

FERNANDO E SOROCABA - PART. BAITACA

top2
2. DE FINA ESTAMPA

MOISÉS OLIVEIRA E GRUPO VOZES DO CAMPO.

top3
3. OBRIGADO PORCA VEIA

GRUPO CORDIONA

top4
4. NOITE DE INVERNO COM MEU PAI.

OS SERRANOS

top5
5. TAIO FEIO

JORGE GUEDES E FAMILIA

Anunciantes